Ricardo Cavalcante lidera mobilização em Brasilia.

Contrário ao aumento nas taxas de

juros aplicadas sobre os financiamentos

dos recursos não rurais de fundos

constitucionais de desenvolvimento,

como FCO, FNO e FNE, o presidente da

FIEC esteve em Brasília para defender a

previsibilidade e estabilidade dos juros,

além da possibilidade de migração entre os regimes de financiamento. Junto aos

presidentes das federações industriais

de Minas Gerais, Acre, Mato Grosso e

Mato Grosso do Sul, reuniu-se com os

Senadores Nelsinho Trad (PSD), Vanderlan

Cardoso (PSD), Carlos Fávaro (PSD), Jayme Campos e Idalcir Dantas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *