Procuradoria da Mulher da Alece lança Zap Delas.

O Zap Delas, novo canal de comunicação direta destinado ao atendimento de mulheres e meninas em situação de violência no Ceará, foi lançado na manhã desta segunda-feira (14/06), pela Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa.  A ferramenta, oferecida por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp, estará disponível pelo número (85) 9.9814.0754.

Para o presidente da Casa, deputado Evandro Leitão (PDT), que participou do lançamento na Alece, a ferramenta consiste em mais uma forma de acolher as mulheres vítimas de violência. “Trata-se de mais um serviço que a Procuradoria da Mulher oferece, uma assistência especializada que realiza, além de um atendimento humanizado, os encaminhamentos jurídicos e psicossociais que as vítimas necessitam. Nós, enquanto Poder Público, estamos fazendo apenas a nossa parte ao criar mecanismos de acolhimento a essas mulheres vítimas de violência”, disse. Também, de acordo com o deputado “é uma forma de olharmos para a nossa sociedade e em especial para a mulher, trazendo sensibilidade e empatia ao Parlamento.” 

A procuradora Especial da Mulher, deputada Augusta Brito (PCdoB), reforçou que o novo canal de atendimento, que utiliza o aplicativo de mensagens WhatsApp, é mais uma ferramenta, entre tantas outras que compõem a Rede de Acolhimento e Enfrentamento à Violência contra a Mulher, e que servirá tanto para denunciar quanto para informar. 

“Por se tratar de uma ferramenta, cujo acesso é mais simples e rápido, será utilizada também para informar sobre os demais canais que compõem essa rede de acolhimento, e sobre os direitos das mulheres e orientações gerais.”

A técnica da Procuradoria e uma das administradoras do Zap Delas, Ingrid Silva, considera a novidade um “avanço” entre as ações da Procuradoria, e informa que o projeto é pensado, organizado e coordenado por uma equipe técnica multidisciplinar, que conta com psicólogos, assistentes sociais, advogadas, entre outros profissionais. “A equipe recebeu treinamento especializado voltado para o atendimento humanizado desse tipo de demanda, de forma que estamos preparadas para oferecer um atendimento de qualidade e resolutivo para as mulheres que necessitarem desse serviço”, acrescentou.

Os atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 17 horas, e contam com servidoras capacitadas para identificar possíveis casos de violações contra mulheres e meninas. As usuárias recebem orientações iniciais e são encaminhadas para acompanhamento multidisciplinar da Procuradoria Especial da Mulher ou do órgão competente para tratar da demanda, conforme o caso.

Sobre a Procuradoria da Mulher

A Procuradoria Especial da Mulher tem a finalidade de zelar pela participação das deputadas estaduais nos órgãos e atividades da Assembleia Legislativa, em colaboração com a Mesa Diretora. É constituída por Procuradora Especial da Mulher e por três procuradoras adjuntas, designadas pela Presidência da Assembleia, no início da Sessão Legislativa.

Entre as competências, estão receber, examinar e encaminhar aos órgãos competentes denúncias de violência e discriminação contra a mulher; fiscalizar e acompanhar a execução de programas do Governo do Estado, que visem à promoção da igualdade de gênero, assim como a implementação de campanhas educativas e antidiscriminatórias de âmbito estadual; cooperar com organismos nacionais e internacionais, públicos e privados, voltados à implementação de políticas públicas para as mulheres. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 12 horas e das 13 horas às 17 horas.

Da Agência de Notícias da Alece

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: comunicacaointerna@al.ce.gov.br

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *