Camilo Santana diz que vice Izolda Cela será a primeira mulher governadora efetiva do Ceará. “Se Deus quiser”

O governador Camilo Santana (PT) sinalizou, de forma mais contundente, sobre a possibilidade de deixar o cargo até o fim deste mês para disputar a vaga de senador no pleito deste ano. Durante solenidade de inauguração da Procuradoria Especial da Mulher, na Assembleia Legislativa, o chefe do Poder Executivo afirmou que a vice, Izolda Cela (PDT), será a primeira governadora efetiva do Ceará.

O nome de Izolda também é colocado pelas lideranças do Partido Democrático Trabalhista (PDT) entre aqueles que podem concorrer, internamente, à preferência para a disputa ao Governo do Estado em outubro próximo. Além dela, os outros indicados são: o ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio, o presidente da Assembleia Legislativa Evandro Leitão e o deputado federal Mauro Filho.

Nos bastidores da política local, aliados falam que, caso Izolda Cela seja a escolhida e ganhe o pleito próximo, ela atuaria por apenas mais quatro anos, visto que não teria direito à reeleição, o que abriria espaço para que outro nome da base entrasse na disputa. A vice-governadora está atuando ao lado de Camilo Santana desde a sua primeira eleição, em 2014.

“Temos aqui a primeira mulher vice-governadora do Ceará e vai ser a primeira mulher governadora efetiva, se Deus quiser”, afirmou Camilo Santana durante o evento. Questionado sobre a fala, o chefe do Poder Executivo estadual se mostrou mais comedido, salientando que vai ouvir aliados e deve decidir sobre o seu futuro político, e, indiretamente, do futuro de Izolda, até o fim do mês.

“Estamos trabalhando, avaliando essa perspectiva. Estou ouvindo amigos, aliados, a população. Gosto de ouvir as pessoas. Não tenho projeto pessoal. Meu intuito sempre foi o de ajudar o Ceará. Tive a honra de representar esse projeto, onde pude ajudar meus irmãos cearenses. O projeto tem alcançado resultados importantes e estarei sempre à disposição. Até o final do mês vamos anunciar”, afirmou Camilo Santana.

O gestor, quando questionado sobre o papel da mulher na política, destacou que as mulheres estão preparadas para ocupar qualquer espaço, seja no Executivo ou Legislativo. “Seja como governadora, como presidente, elas têm condições iguais para ocupar qualquer espaço na vida pública”, frisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *